A falibilidade da ciência, por Umberto Eco

RETIRADO DO blog do sr. Luis Nassif

-x-x-x-x-x-x-x-x-

A falibilidade da ciência, por Umberto Eco

Enviado por luisnassif, dom, 22/01/2012 – 09:00

Por maria utt

Nassif, já que o debate sobre a ciência está em voga aqui no blog, eis minha contribuição, um ótimo artigo do Umberto Eco:

A falibilidade da ciência

Umberto Eco

http://noticias.uol.com.br/blogs-e-colunas/coluna/umberto-eco/2010/06/20/a-falibilidade-da-ciencia.htm

Um artigo recente no jornal italiano “Corriere della Sera” discutia a natureza da investigação científica. O escritor Angelo Panebianco argumentou que a ciência é por definição antidogmática porque ela atua por tentativa e erro e está baseada no princípio da falibilidade, que sustenta que o conhecimento humano nunca é absoluto e está num fluxo constante. A ciência só se torna dogmática, diz Panebianco, no contexto de certas simplificações jornalísticas que transformam o que era meramente uma hipótese prudente em “verdades” estabelecidas.

Continuar lendo